Followers

Google+ Followers

Labels

Friday, March 28, 2014

Vôo MH370 – A situação de facto

Vôo MH370 – A situação de facto

                                  

ESOTERIC GOLDEN SPIRIT fala sobre o avião desaparecido da Malaysia Airlines:


No espaço de duas semanas, após a data do estranho desaparecimento do Boeing 777 da companhia Malaysia Airlines, obteve-se  algo “notável”: foram expostas quase todas as possibilidades possíveis e, falando de um modo geral,  foram emitidas quase todas as suposições sobre este evento muito fora do comum para a compreensão habitual das pessoas.


A bordo do avião estavam 239 de pessoas, e pouco depois de decolar de Kuala Lumpur em direcção à China, desapareceu de repente dos visores dos radares. O mistério não foi desvendado pelas autoridades (apesar do que as declarações oficiais estão a dizer, presentemente) nem até hoje, e é o único caso do género na História.


Apareceram rapidamente várias Informações na Internet e nos meios da comunicação social internacional, que desta vez não conseguiram esconder o incidente. Resultou numa amálgama de pressupostos, informações surpreendentes, deduções, suspeitas e conclusões, mais ou menos viáveis, que  apenas criaram mais confusão e ansiedade entre as pessoas.



Parece que ninguém tem uma  “solução”  ou uma “resposta ” clara  sobre  este incidente espantoso, apesar da sua resolução  ter aparecido até agora em várias variantes “seguras”, principalmente resultantes de certas transmissões telepáticas canalizadas, as quais abrangeram uma vasta gama de possibilidades:  desde o facto de que o avião e os passageiros terem sido “raptados” ou “salvos” pelos Siriusianos ou por outras civilizações extraterrestres, e enviados para outro planeta ou para Shambhala, até ao despenhamento, desvio por pirataria aérea, trama conspiratória e aterrizado em certas ilhas da região do Oceano Índico.


Na agitação e na confusão geral sobre este assunto, permanecem duas questões fundamentais:

1.    Onde e como desapareceu um avião com 239 pessoas a bordo, sem ter sido encontrada praticamente nenhuma evidência até a data ?


2.    Qual é a causa verdadeira deste desaparecimento fora do comum ?


O problema é, que no meio de informações e suposições tão diversas, é difícil chamar a atenção sobre a verdade, mesmo que tenha sido visto como tal. Ela apareceria somente como mais uma hipótese entre outras. Esta foi a razão pela qual  hesitamos em apresentar ou não, o que sabíamos directamente da nave Siriusiana Anaïs sobre esta desaparição. Mais ainda, ultimamente, foi-nos dado acesso a uma tecnologia etérica extraordinária, e assim temos oportunidade – dentro de certos limites, que estão ligados ao nosso treino e  compreensão – de ver directamente as imagens que solicitamos sobre os acontecimentos que nos interessam. Até certo ponto, podemos dizer que aquele dispositivo que nos é fornecido na nave mãe Siriusiana é como um Visor do Tempo, no plano físico, esclarecendo que ele abrange  também as vivências emocionais, mentais e até mesmo as causais do evento observado, numa síntese muito precisa. No entanto, o fenómeno que ocorre no momento é muito mais complexo, do que o que acontece quando se observam as imagens num Visor do Tempo, porque a interacção ser-dispositivo-nave Siriusiana é muito importante, e se a intenção e a focalização não estão como devem estar, então o Visor onde são reproduzidas as imagens fica em branco, ou são muito turvas ou inconclusivas. De facto,  “O Visor”  é, na realidade,  um grande holograma, que mostra de modo interactivo  as imagens sobre o assunto solicitado, ou apresenta um resumo inteligente e intuitivo, quando abrage um período de tempo alargado.


É obvio que o dispositivo é uma tecnologia altamente avançada que recebe informação directamente da AKASHA ou da Memória Universal. Como disse, esta apresentação é feita de uma forma inteligente e em consonância com muitos dados adjacentes (que muitas vezes são acompanhados de muitos símbolos de Sirius, mas em alguns casos, foram-nos apresentados como números e letras do alfabeto latino, para a nossa assimilação directa). As possibilidades de conhecimento são extraordinárias, mas o acesso e a manipulação do dispositivo são complexas. Em primeiro lugar, depende da boa vontade dos Siriusianos e da nave-mãe Anaïs, e em segundo lugar da nossa capacidade de adaptação ao modo de funcionamento do dispositivo.



Soube coisas tão espantosas sobre a Humanidade, sobre a sua origem e sobre uma série de civilizações que se sucederem na Terra! Brevemente vamos começar a dar a conhecer essas fabulosas informações numa nova série de documentários, que vão quebrar todas as aberrações mantidas até agora, de vários autores “famosos”, ou da ciência moderna, sobre as origens do Homem e da História da Civilização Humana.


O espantoso é que todas estas informações chegam agora através de visualização  directa, às quais são acrescentadas algumas explicações oferecidas por Amun ou pela nave-mãe Anaïs. Por esta razão, tudo o que temos apresentado até agora nos nossos documentários, não tem nenhuma ligação com transmissões telepáticas, ou com canalizações. As informações que recebemos, foram e são resultado de reuniões DIRECTAS com os representantes da civilização Siriusiana do sistema Sirius A, ou, mais recentemente, através do acesso a tecnologia altamente evoluída que se encontra na nava-mãe Anaïs e que nos é fornecida para acedermos e vermos directamente acontecimentos de interesse.


Apesar de termos explicado claramente como ocorre o NOSSO CONTACTO DIRECTO com os Siriusianos – o que é algo muito diferente do método da transmissão telepática, da canalização, utilizada pela maioria dos trabalhadores da Luz  internautas  - observamos com espanto, que muitos leitores parecem não entender ou não percebem este aspecto essencial. Simplesmente não parecem compreender do que se trata e “esquecem” este “detalhe” que é fundamental e que se refere ao CONTACTO DIRECTO que nós temos com os representantes da civilização Siriusiana. Observamos que muitos dos que encontram as nossas informações não entendem esta diferença, colocando-as como sendo a mesma coisa, o CONTACTO DIRECTO COM os seres extraterrestres que  temos e o fenómeno da canalização, que está “ em voga”, e que lhes é mais familiar, sendo este o modo habitual através do qual a maioria dos trabalhadores de Luz, comunica com os representantes das civilizações extraterrestres.




Esses seres humanos que não acreditam ou não concebem que as informações possam ser obtidas a partir do contacto directo com os seres extraterrestres assemelham-se, de alguma forma, aos indígenas da zona austral, que, embora olhassem para os navios do famoso capitão Cook, que estavam ancorados perto da costa, diziam, que não viam outra coisa senão a extensão da água do oceano. Em nossa opinião, a principal causa para esta “cegueira” é que o modelo da sociedade actual está focado quase exclusivamente na consciência do corpo físico. O Homem contemporâneo está praticamente agrilhoado à ideia de que é apenas o corpo físico, por isso é muito difícil conceber que possa ter experiências directas, excepto as ligadas ao seu corpo físico. O seu conhecimento sobre os corpos subtis do ser humano é praticamente nulo, e este facto explica a imensa ignorância assim como a incapacidade de compreender o que significa um tal encontro de CONTACTO DIRECTO com seres extraterrestres benéficos e muito evoluídos espiritualmente. A própria noção de dimensões paralelas ou de planos subtis de existência,  para a maioria das pessoas são termos inconcebíveis. Nestas circunstâncias, como podemos esperar que percebam a importância de tais ligações directas com os seres extraterrestres ?



Afirmamos aqui uma vez mais, com inteira responsabilidade: as nossas informações são obtidas sempre DIRECTAMENTE dos seres extraterrestres benéficos Siriusianos, e exactamente por isso estão, praticamente entre as Informações mais elaboradas e interrelacionadas que foram apresentadas até agora na comunicação mediática alternativa, mesmo que isso seja ignorado, mais ou menos conscientemente, por muitos trabalhadores da Luz, e blogueiros, autores e redactores que trabalham nesse campo. No fim, a verdade virá acima por si e através das confirmações graduais e relacionadas dos dados fornecidos por nós, os quais para aqueles que são inteligentes e que ressoam com a verdade, fazem pleno sentido.


Relacionado com o desaparecimento do avião referente ao Vôo MH370 da companhia Malaysia Airlines, a nave-mãe Anaïs especificou ainda no inicio que “O que está a acontecer, está na zona da Terra, e está relacionado aos assuntos terrenos”. Por outras palavras, pode fazer-se uma distinção clara e imediata no monte de suposições, hipóteses e pressupostos, que apareceram e ainda aparecem na Internet e na comunicação mediática. O DESAPARECIMENTO DO AVIÃO É UM ACTO DE INTERVENÇÃO TERRESTRE, E NÃO TEM NADA A VER COM AS CIVILIZAÇÕES EXTRATERRESTRES. A partir deste ponto de vista, as observações de alguns trabalhadores da Luz – incluindo Cobra – estão correctas. Como já foi dito, toda a acção que levou ao estranho desaparecimento daquele avião foi orquestrada pela elite maléfica, usando uma tecnologia que está em grande parte baseada no conhecimento e na tecnologia reptiliana.

A nave-mãe Anaïs transmitiu-nos que “ tais eventos vão acontecer a partir de agora”, o que significa que podemos esperar outros “fenómenos de desaparecimentos misteriosos” semelhantes ao desaparecimento do avião, que vão ser orquestrados também pelas forças maléficas da Terra, como referimos muito claramente.


No entanto, o elemento que queremos mencionar agora, está relacionado a outro aspecto e foi especialmente salientado, através de uma transmissão mental-emocional colectiva, vindo de toda a população Siriusiana da enorme nave-mãe. Esta complexa e ao mesmo tempo poderosa transmissão mental vinda da parte da comunidade siriusiana, que foi estabelecida por intermédio da nave-mãe Anaïs, destacou que os Siriusianos estão preocupados com o facto de que alguém do nosso planeta possa associar a sua civilização a acções de fazer reféns ou mesmo sequestrar, assim como foi afirmado de modo aberrante por alguns trabalhadores da Luz. Tais ideias bizarras recebidas através de “canalização”, apareceram nos primeiros dias após o desaparecimento do avião e foram difundidas com uma espécie de exuberância inconsciente. Poderíamos citar nomes, mas acho que agora não é importante. O que nos pediram para esclarecer, é que esta “informação” é simplesmente uma cilada e representa somente o produto de uma imaginação fértil. Por outras palavras, representa uma mentira e indica uma notável incompetência.



Mesmo que as nossas observações possam parecer duras, são justificadas, porque consideramos que existe demasiada desinformação referente ao assunto das civilizações ET e do apoio que estas oferecem à Humanidade. É a ocasião certa para os que estão verdadeiramente interessados, que são inteligentes e mostram bom senso e intuição,  ter acesso à informação correcta e saber escolher o trigo do joio. Consideramos que os tempos  em que vivemos são de extrema importância, são mesmo cruciais para a Humanidade e, portanto, não nos podemos dar-nos ao luxo de “brincar” com a natureza das informações, porque quando estão erradas (o que acontece muitas vezes),  espalham confusão e ignorância nas mentes e no conhecimento das pessoas. Permitimo-nos fazer estas observações devido ao facto que estamos certos sobre as informações que recebemos DIRECTAMENTE, como especificamos. Mesmo que os nossos documentários,  noticias ou entrevistas provoquem  certas reacções egoístas e estupidas em algumas pessoas, não é de muita importância para nós. O que nos interessa é dar ao mundo  o conhecimento de INFORMAÇÃO LIMPA, DIRECTA e EFICIENTE nas direcções que nos propomos. Dirigimos, por isso, apenas aos que são capazes de se relacionar com ela e compreendê-la, assim como intuir o facto de que estas informações representam a VERDADE. Não esqueçamos que precisamente neste período acontecerem  transformações fundamentais das frequências da vibração energética que ocorre no nosso planeta, e que afectam directamente todos os seres humanos. Por isso, não faz sentido tolerar o amadorismo e a estupidez, no que diz respeito às informações sobre os ET na internet, mas salientá-las para que possam ser removidas. Esperamos ser bem compreendidos sobre os objectivos que desejamos alcançar.


Regressando ao desaparecimento do avião Boeing 777, foi-nos esclarecido uma vez mais, que faz parte de uma série de vários desaparecimentos que vão ocorrer a partir de agora em diante, no mar, na terra ou no ar, sendo uma tentativa desesperada e ao mesmo tempo estupida, da elite maléfica, para “bloquear” as energias mentais e emocionais das pessoas entre planos paralelos de existência, que começam já a separar-se cada vez mais. 




Para aqueles que têm conhecimento  das informações que fornecemos no filme “COMETA ISON. EVENIMENTUL. ADEVĂRUL DESPRE ELE”, assim como nas duas entrevistas de BBS Radio (FINDING VOICES Radio) (Interviu cu ALKESH la BBS Radio – Joi, 30 ianuarie, 2014 si Interviu cu ALKESH, la Finding Voices Radio – Duminică, 2 februarie, 2014), é bastante fácil relacionar o tumulto dos eventos que parecem ter “explodido” de repente ao entrarmos no mês de Março e, também, com o inicio da segunda implementação energética na estrutura do campo magnético da Terra através do “cometa” Ison. Esses acontecimentos referem-se ao problema da Crimeia e da sua anexação pela Rússia, às extraordinárias tensões politicas que surgiram entre EUA e a Rússia, às manifestações muitos estranhas do clima e ao avião desparecido misteriososamente, etc. Enquanto acontece  esta segunda implementação de uma nova série de frequências energéticas sobre a Terra, a elite maléfica e os seres aliados contra a ascensão espiritual da Terra, querem forçar e bloquear as transformações que acontecem e que se tornam

 cada vez mais evidentes.



Fomos informados que o avião desparecido (Vôo MH370) faz parte de uma série de experiências da elite maléfica, para “povoar” certas zonas que estão em paralelo com o plano físico no qual existimos. A elite maléfica planeia governar e controlar no futuro próximo, certas zonas desses planos paralelos de existência. Assim, as respectivas zona tornar-se-iam imãns de ressonância maléfica, procurando impedir as transformações fundamentais que estão a acontecer na Terra.




Para “extrair” o avião da realidade física, a elite maléfica usou uma tecnologia bastante sofisticada. Não entanto, o avião não foi retirado completamente da nossa realidade espaço-tempo, e não foi transposto na realidade paralela, na qual queriam inserí-lo.

A experiência falhou, e o avião ficou “suspenso” no tempo, num estado muito estranho de existência. Sobre a localização, está agora nalgum lugar na zona do Oceano Índico, em cima deste, e para os passageiros do seu interior, passaram apenas alguns segundos desde que o avião entrou completamente na zona interdimensional, aonde se encontra agora. Até ser “apanhado” neste estado estranho de existência, o avião voou numa trajectória parecida com uma espiral (começando a partir da zona onde mudou a rota), ao desejar encontrar a costa. Tudo o que podia ser observado de bordo, era apenas a imensidão de água, e ocasionalmente, alguns pedaços de imagens tremidas, apagadas, como num nevoeiro, e que não podiam ser bem discernidas. O avião continuou então a girar em um circulo a baixa altitude, em busca de uma solução para pousar.



Como nos foi mostrado, o curso dos acontecimentos foi o seguinte: pouco tempo depois da decolagem, os pilotos descobriram que eles haviam perdido o contacto com a torre de controlo, e ainda mais grave, não podiam ver terra. Então pensaram voltar para o lugar donde tinham partido e que conheciam bem; fizeram-no descrevendo um circulo para que os outros pudessem, eventualmente monitorá-los, ou para que eles próprios pudessem  localizar algo, PORQUE NO MOMENTO ELES NÃO TINHAM NENHUM PONTO DE REFERÊNCIA: tinha desaparecido completamente qualquer sinal e comunicação com a torre de controlo e não viam nenhuma costa, somente água. Quando chegaram ao lugar que acreditavam ser a costa da Malásia, não havia mais nada senão água.


Então pensaram em lançar uma boia de sinalização no oceano, o que fizeram pela parte de trás do avião. A nave-mãe Anaïs disse que a única coisa que vai ser encontrada, vai ser mesmo esse objecto nas águas do Oceano Índico, e portanto irão acreditar que o avião se despenhou. Na realidade, ainda está preso entre os dois planos paralelos de existência, estando até certro ponto, “congelado” no tempo.



Depois de lançar a boia, os pilotos realizaram outra tentativa de voo com o avião, pensando que tinham agora uma localização no oceano, que poderia ser reconhecida. Mas, então, começaram a aparecer fortes turbulências, semelhantes a certos vórtices gigantes, parecendo fazer “rodar o céu”, e como que “ se tentassem “distorcer” o ar. Num determinado momento, uma dessas fortes distorções apanharam todo o avião, mas não conseguiu transladá-lo para o plano paralelo visado, assim como a elite maléfica tencionava fazer com o seu plano diabólico, de modo a que o avião ficasse preso entre dois planos paralelos de existência.


Mostraram-nos também, durante alguns momentos, imagens dentro do avião. A aeronave estava presa dentro de uma turbulência fortemente espiralada, e diante dela podia ver-se uma espécie de vórtice. No interior do avião, era como se tudo estivesse “congelado”. Notamos que no interior do avião predominava um sentimento de medo e de terror, especialmente devido à incapacidade dos passageiros compreenderem o que estava a acontecer. A nave-mãe Anaïs disse que os Siriusianos não vão intervir por enquanto, porque os que estão a bordo estão num estado que permite que esta situação ocorra. Anaïs disse que, se pelo menos uma pessoa “acordar” e irá tornar-se  consciente do que está a acontecer no avião, percebendo que a situação é  em grande parte alimentada pelo próprio medo, então os siriusianos vão transmitir certas energias benéficas, que irão anular a acção maléfica destrutiva da tecnologia da elite maléfica.


Também foi dito, que isto é uma espécie de luta a nível espiritual; um conflito em larga escala vai surgir dentro de pouco tempo nas almas de todos os seres da Terra, envolvendo também o seu livre-arbítrio.



Por esta razão, durante o tempo que os 239 passageiros e os tripulantes do avião permanecerem nesse estado de tensão e terror, não irão sair do “congelamento” do tempo. A situação é de facto alimentada exactamente pelo próprio medo deles. Os planos de existência já não estão “alinhados” como antes, no sentido que actualmente existem certas diferenças que surgiram, referentes à sua frequência de vibração devido as alterações de estado que o planeta inteiro atravessa, e implicitamente os seres humanos que vivem aí. Isso fez com que a acção de transladação do avião, iniciada através do comando da elite maléfica, não possa ser realizada de modo preciso, porque actualmente as frequências dos planos paralelos já não são conhecidas com precisão, pela elite e pelos seus comparsas.



Estas informações são as que temos sobre o avião desaparecido, e todos os outros “contos de fadas” mais ou menos inventados em relação a isso, apresentados seja pelos trabalhadores da Luz, seja pelas entidades oficiais ou pelos meios de comunicação mediática, são nulos.


Brevemente iremos apresentar um curto documentário-noticias, no nosso canal no YouTube e também, em nosso site (www.galactis.net),que que incluirá informações resumidas sobre o desaparecimento do avião, e também outros elementos novos e informações sobre o facto de que as coisas no espaço, nas imediações do nosso planeta, não estão nada calmas...




Tradução. F.D.

No comments:

Post a Comment

ESOTERIC



SUBTITLES IN ENGLISH, ESPAÑOL, PORTUGUÊS

Click upon the circle after the small square for captions

PRG







Instructions HERE